Desodorantes Naturais, por que optar por eles?

Desodorante sem Alumínio, sem Triclosan e sem Parabenos 

*** Por que optar por eles?

Usamos desodorante no dia a dia por questões de higiene pessoal, claro!

Mas é importante entendermos que o suor é natural e importante, não é necessário impedi-lo.

O suor tem a função de refrigerar o corpo e por ele também são eliminadas toxinas e substâncias como a ureia, ácido úrico e cloreto de sódio.

O desodorante deve prevenir e neutralizar os maus odores da transpiração permitindo a sudorese natural. Além da ação bactericida diminuindo a proliferação de bactérias. Não deve inibir a transpiração.

Os desodorantes convencionais, geralmente, possuem em sua formulação o Alumínio, o Triclosan e Parabenos. Substâncias químicas e nocivas a saúde. Abaixo um trecho do post da @anaturalíssima sobre esses compostos:

Alumínio, triclosan e parabenos (os mais populares nos desodorantes convencionais) são associados com disrupção endócrina: podem ter efeitos sobre o sistema endócrino, que regula a produção de hormônios no nosso corpo, que controlam diversas funções fisiológicas.

– O Triclosan, que aliás, foi proibido nos EUA em 2016 por estar envolvido no aumento de bactérias resistentes a antibióticos. “Dos ingredientes citados acima, eu diria que ambientalmente o triclosan é o mais preocupante: é bioacumutativo e tem efeitos deletérios ao ecossistema”, diz a bioquímica Eliziane Pozzagnolo. .

– O Alumínio (cloridrato de alumínio) , é o responsável por bloquear a transpiração e, logo, a liberação de toxinas, está no alvo de pesquisas que o associam ao desenvolvimento de câncer de mama. Mas não há nenhuma conclusão definitiva. A endocrinologista Alessandra Rascovski explica que ele pode penetrar na pele e atingir o sistema circulatório. “Os estudos mostram que o excesso deste pode influenciar na causa de câncer, desequilíbrio hormonal e doenças degenerativas”.

– Já os Parabenos, um grupo de conservantes usados para aumentar o tempo de conservação das fórmulas são bioacumulativos e têm sido identificados isolados em tecido mamário, sangue… “Eliminamos boa parte deles na urina, mas não completamente”, destaca a dermatologista Patrícia Silveira. Nos rótulos eles podem ser encontrados como metilparabeno, propilparabeno, butilparabeno e etilparabeno.

Sabendo disso, que tal optar por desodorantes naturais? Além da preservação da saúde, é um exercício de consciência sustentável.

*** Dica produtos Cativa Natureza