Sustentabilidade no Prato

SUSTENTABILIDADE NO PRATO

5 hábitos fáceis para o dia a dia

Sustentabilidade é um dos pilares da Nova Era e o prato tem grande impacto nisso.

Toda a cadeia de produção de alimentos pode ser escolhida de forma consciente, desde a forma como é produzido o alimento que você consome até o descarte em casa. Inicialmente avaliar tudo que envolve as escolhas do prato sustentável e fazer mudanças parece assustador, por isso trago 5 hábitos fáceis para o dia a dia que já fazem enorme diferença em sustentabilidade.

  • SEPARAR O LIXO orgânico x reciclável.

É tão simples e mesmo assim tão comum esquecer de fazer isso na rotina do dia a dia. A solução mais prática (na minha percepção) é deixar na mão, colocando dois lixos em cima da pia da cozinha ou perto. Importante lembrar de lavar grosseiramente o que vai ser reciclado, para aumentar a chance de ser realmente usado para reciclagem e de separar também em papel/papelão, vidro, plástico e alumínio.

Sobre o lixo orgânico, ideal é uma composteira caseira. E se essa possibilidade ainda é distante para você, para evitar o uso de mil sacolinhas plásticas uma boa estratégia é jogar direto num saco maior de descarte semanal.

  • Usar o ALIMENTO INTEIRO

A melhor forma de minimizar lixo orgânico e desperdício é usar cascas, sementes e talos nas preparações. O que pode ser uma deliciosa descoberta de sabores especialmente quando você adquire direto com o produtor e recebe folhas e talos que não encontraria no mercado comum, como a folha da beterraba e da couve flor, a rama da cenoura.

Algumas coisas, como chuchu, abobrinha, pepino, cenoura são naturalmente consumidos direto com a casca com mais frequência na nossa cultura. Outras coisas como banana, cabotia, abacaxi não tem o consumo das cascas como usual. Vale ligar o modo curiosidade e procurar formas de preparar também essas partes comestíveis pouco convencionais.

Por exemplo, a casca da cabotia fica uma delícia assada com temperos quando a preparação não combina usar. Ou fazer um chá com a casca do abacaxi. Ou bolo com a casca da banana.

  • Preferir ORGÂNICOS

O alimento orgânico é mais complexo do que apenas “sem agrotóxico”. É uma filosofia de vida, de respeito à terra, de cuidado sendo entregue do produtor para você e sua família. O produtor orgânico respeita (ou pelo menos deveria, por isso importante conhecer) a diversidade da terra, os ciclos do solo, o cuidado da terra como base para que o seu alimento não esteja doente. Nisso, o impacto ambiental tende a ser mínimo.

Além disso, ainda que a maior parte dos agrotóxicos sejam sistêmicos sem grande interferência da retirada das cascas o alimento orgânico possibilita o uso dessas cascas com mais segurança.

  • Compra LOCAL

A compra local é mais sustentável especialmente por 2 pontos – menor desperdício durante o transporte e menor emissão de Co2 durante o transporte. Quando você compra direto com o produtor ou com apenas um intermediário (como a NossaFeira) esta contribuindo nesse aspecto, além da valorização do produtor local e receber um alimento mais fresco pois o tempo entre tirar da terra e chegar até você é menor.

  • Comer mais comida DIRETO DA TERRA.

A produção de produtos de origem animal tem enorme impacto em uso de recursos naturais como água e liberação de Co2, por exemplo a produção de um bifinho de 80g de carne bovina  equilivale a 16 banhos de 5min ou 1300litros de água. Talvez você esteja se perguntando de onde viria então a proteína para sua saúde – acontece que para obter os 20g de proteína desses 80g de carne precisaria consumir em torno de 120g de alguma leguminosa, que gasta 120litros de água. Percebe que estamos comparando o uso de 1300litros de água contra apenas 120 litros de cada a 20g de proteina? Cada refeição que voce escolhe comer feijão no lugar de carne representa uma economia de 1180 litros de agua.

Além disso, qualquer processamento de alimentos vai utilizar diferentes quantidades de água e outros recursos naturais, então quando mais fresca sua alimentação, com mais produtos direto da terra e menos produtos de origem animal ou processados, mais sustentável seu prato.

Gostou?

Para mais informações sobre como colocar em prática um Dia a Dia Sustentável eu e o Instituto Lixo Zero Jundiai idealizamos um curso online que abrange diversas áreas da vida, inclusive a relação com a comida!

É só clicar no link

https://karelincavallari.kpages.online/diadiasustentavel

 

Beijos mil

Karelin Cavallari

Nutricionista