Depressão e Alimentação

É bem provável que você tenha pelo menos um conhecido com sintomas depressivos que começaram ou foram agravados com o isolamento. Diversos estudos divulgaram que nos últimos meses o número de pessoas apresentando depressão mais do que duplicou no Brasil. Ao mesmo tempo o consumo de bebida alcóolica parece ter aumentado, os hábitos alimentares e de exercício também mudaram.

 

E tudo isso está intimamente relacionado, como uma bola de neve rolando que só aumenta. A não ser que o movimento seja interrompido. Estou aqui com o convite e estratégias de como parar essa bola de neve. Mas antes algumas informações pois acredito ser mais fácil fazer uma mudança com consciência do impacto dela.

Talvez a mudança de realidade induzida pelo COVID-19 desencadeou o medo, ansiedade, necessidade de se reinventar e com isso a mudança do consumo alimentar com aumento de alimentos açucarados, pães, bebidas alcoólicas e menor consumo de legumes, verduras e frutas. Essa mudança fez duas importantes alterações, a mudança na microbiota intestinal (tipo de bactérias sobrevivendo no intestino) e menor consumo de nutrientes. Ao mesmo tempo, o gatilho de estresse externo continuou.

Com isso, o corpo ficou com maior necessidade de nutrientes e menor recebimento desses nutrientes junto com uma alteração do uso e absorção deles (já que o intestino mudou). Foi só ladeira abaixo….rsrs.

O ambiente “perfeito” para os sintomas de depressão e ansiedade aumentarem cada vez mais e mais. Estimulados por fatores externos (essa pandemia) e internos (o desequilíbrio de nutrientes e uso deles).

 

Eu sei que você vai pensar “mas como eu vou mudar minha alimentação se não consigo nem pensar”. É difícil e talvez seja preciso ajuda.

 

Cada micro mudança conta como vitória. Comece pelo que é mais fácil para você – talvez ao invés de pensar em se privar de guloseimas, apenas se esforçar para comer mais comida colorida na forma de legumes, verduras e frutas. Como remédio mesmo. Com certo esforço se for preciso. Consciente de que colocar mais nutriente para dentro é um dos pilares para se sentir melhor.

 

Algumas estratégias práticas.

– comece o dia nutrindo seu corpo, para já ter a sensação de “ponto para você”, com frutas, suco de vegetais.

– coma legumes/ verduras pelo menos em 2refeições por dia, almoço e jantar.

– movimente o corpo, do seu melhor jeito a cada dia.

– olhe o céu claro, tome sol com braços e pernas expostos por uns 20min no dia.

 

E conte comigo!

 

Beijos da nutri

Karelin Cavallari